domingo, outubro 18

Jornalista alerta: Se Cunha for preso e assinar delação,vai arrastar metade do congresso junto

Pelo que vi  de  Eduardo Cunha ele  nunca foi  proximo  da Presidente  de  Lula  e do PT, pélo contrario  desde que  ocupou a presidencia  da  Camara  vem tramando contra o  governo e contra a  Presidente.  Se  ele  diz que vai  levar  estou torcendo tambem que ele  aponte  os  cabeças  mais que pelo menos  uma  vez  na  vida  seja  honesto. (COISA  DIFICIL VIU)porque  esse  ai  é um dos  maiores ,ladroes dos  cofres  publico , rouba  descaradamente para   principalmente manter o luxo da  mulher  que   esnoba  pelo mundo  com o  dinheiro  brasileiro.
(http://brasilpensador.blogspot.com.br/)

Aliás, diga-se de passagem, é a oposição mais incompetente que temos acompanhado desde os anos 70.

Essa ação desastrosa de marketing foi toda planejada por Aécio Neves, Carlos Sampaio, Agripino Maia e vários outros comparsas da direita conservadora.

Foi mais uma jogada de principiante e um golpe inábil da direita, em parceria com a mídia golpista, tendo como objetivo confundir a população brasileira. Tudo não passou de encenação.

Ninguém do PSDB ou mesmo de seus partidos aliados querem ver Eduardo Cunha na cadeia. Cunha sabe muita coisa sobre o PSDB e o DEM!

Cunha é um político inteligente,ardiloso,dono de muitos segredos no meio político e pode, a qualquer momento, implodir mais da metade do Congresso Nacional com denúncias de corrupção em série.

Onde estão os líderes de oposição que gritam bravamente pelo impeachment da presidente Dilma nas redes sociais como se fossem os donos da verdade? Porque não estão gritando FORA CUNHA ? Mesmo com provas documentais enviadas pelo MP da Suíça contra o presidente da Câmara, a oposição se cala e enfia o rabo entre as pernas.

Cunha já avisou: “Não vou sozinho. Vou carregar muita gente comigo”. E é por esse motivo que os machões da direita se transformam em “gatinhos” diante das ameaças de Cunha.

Queremos Cunha na cadeia sim! A prisão do presidente da Câmara poderá desencadear uma limpeza nos políticos corruptos que se infestaram como ratos nas dependências do Congresso e do Senado.

Com Eduardo Cunha preso, o próximo passo seria um acordo de delação premiada com o MP.
Cunha sabe muita coisa, conhece muito podre da política brasileira. E já avisou […] vai levar muita gente junto com ele e arrastar muitos congressistas.

E que leve mesmo. Seja petista, seja peemedebista, seja tucano, enfim, seja lá quem for. 
O povo brasileiro clama por isso! (http://brasilpensador.blogspot.com.br/)

domingo, outubro 11

Ação no TSE quer cassar mandato de novo ministro da Saúde

TSE vai julgar procedimento investigatório sobre compra de votos que afeta cargo do atual titular da pasta, Marcelo Castro

VALMAR HUPSEL FILHO, ENVIADO ESPECIAL 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisa a partir desta semana uma ação que pede a anulação do mandato de deputado de Marcelo Castro (PMDB-PI), que tomou posse como ministro da Saúde na última segunda-feira. A acusação é de compra de votos. O caso deve ser apreciado pelo TSE a partir de terça-feira.

O pedido de procedimento investigatório foi aberto pelo Ministério Público Eleitoral do Piauí. Nele, o ex-prefeito de Canindé do Piauí (PI), Aderson Júnior Marques Bueno Aires, conhecido como Dr. Júnior, é acusado de práticas que apontam para a compra de votos para seus aliados, entre eles o atual ministro da Saúde.

Médico, Aderson é acusado de realizar consultas, distribuir dinheiro e oferecer transportes a eleitores durante a campanha de 2014. No dia da eleição, 5 de outubro, em uma batida na casa do ex-prefeito, policiais civis encontraram diversas pessoas que disseram estar ali à espera dele para serem atendidas. Uma receita datada daquele dia foi encontrada pela polícia.

Além disso, os policiais encontraram uma van que, segundo a Procuradoria, foi utilizada para transporte de eleitores de Petrolina (PE) para Canindé do Piauí, R$ 8,6 mil em espécie, um cheque no valor de R$ 2,4 mil.

http://blogdovt.com/

Em delação, Fernando Baiano afirma que pagou despesas pessoais para Lulinha

Apontado como um dos operadores do PMDB na Lava Jato, ele diz que pagou cerca de R$ 2 milhões em gastos do primogênito de Lula. Lulinha nega que tenha recebido valores

O lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, afirmou, em delação premiada, que pagou cerca de R$ 2 milhões em despesas pessoais de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, segundo Lauro Jardim, em blog que estreia no O Globo neste domingo. A delação foi homologada na sexta-feira (9) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki. Lulinha é primogênito do ex-presidente Lula.

Baiano, apontado como um dos operadores do PMDB no esquema de corrupção que envolve empreiteira, partidos políticos e a Petrobras, investigado pela Operação Lava Jato, ficará preso até 18 de novembro.

Nota assinado pelo advogado de Lulinha, Cristiano Zanin Martins, divulgada após a publicação da reportagem de O Globo afirma que o filho de Lula "jamais recebeu dinheiro ou favores do lobista Fernando Baiano",  informa o G1.

Senador do DEM José Agripino Maia pediu à OAS viagem de jato

Presidente da sigla, Agripino Maia (RN) queria transporte para suplente; investigadores veem 'vantagem indevida'. Coaf detectou depósitos de R$ 170 mil em dinheiro ao senador sem a identificação dos depositantes

BELA MEGALE - FOLHA DE SÃO PAULO

O presidente da empreiteira OAS, Leo Pinheiro, condenado a 16 anos de prisão sob acusação de envolvimento no esquema investigado na Lava Jato, aceitou emprestar um jato particular a pedido do presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), uma das principais figuras da oposição.

O pedido foi feito em janeiro de 2014 por Agripino. Ele solicitou a aeronave não para para uso próprio, mas para seu suplente na época, João Faustino, que precisava ir de Natal para São Paulo.
Pinheiro aceitou o pedido e disponibilizou o avião, mas a viagem não aconteceu porque Faustino morreu pouco depois de leucemia.

A troca de mensagens com o pedido do senador foi encontrada em celular de Leo Pinheiro apreendido durante a Operação Lava Jato. Elas fazem parte do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga Agripino Maia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Apesar da viagem não ter se realizado, os investigadores avaliam que está explícita a relação de troca de favores e vantagem indevida entre o empreiteiro e o senador.

As mensagens analisadas pela Polícia Federal que fazem parte da investigação também trazem indícios, segundo os investigadores, de que o senador pode ter recebido propina por ter ajudado na liberação de recursos do BNDES para a construção do estádio Arena Dunas, em Natal, que foi feito pela OAS.

Segundo a Procuradoria, Agripino teria conseguido a liberação de dinheiro junto ao BNDES e, em contrapartida, a empreiteira doou R$ 500 mil ao diretório nacional do DEM nas eleições de 2014.
Como a Folha revelou, o Coaf, órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, também identificou operações suspeitas de lavagem de dinheiro envolvendo o senador.

O Coaf detectou depósitos em dinheiro feitos a Agripino Maia de forma fragmentada e sem identificação dos depositantes. O montante total é de R$ 169,4 mil. Foram também feitos depósitos com identificação ao senador.

Entre eles está um de R$ 95 mil, em espécie, feito por um motorista do Senado. Outra servidora fez quatro depósitos fracionados de R$ 9.000, segundo as investigações.

http://blogdovt.com/

Começou timidamente.

Depois de muito lengalenga e disse me disse, começou timidamente nesta semana à construção da Praça Central do município de Fernando Pedroza. No entanto, essa construção tornou-se polêmica, depois da derrubada da antiga Praça municipal. Agora, vamos para crença de São Tomé “esperar pra ver e crer” o fim da esperada e badala obra pública.

http://magnospaulo.blogspot.com.br/

O RN DE VOLTA AO FANTÁSTICO HOJE (11): CADÊ O DINHEIRO?


Uma equipe do Fantástico, liderada pelo repórter Eduardo Faustini, que esteve em Natal na semana anterior, para gravar uma matéria referente a corrupção de um grupo de policiais militares em Natal, também gravou o quadro “Cadê o dinheiro que tava aqui?”, correspondente ao escândalo no Idema, sobre o questionamento de onde estão os R$ 19,3 milhões desviados dos cofres da entidade. A matéria está confirmada para este domingo, 11.(BG).

Papel do vereador

A maioria dos vereadores não conhece suas responsabilidades; seus deveres para com a população que os elegeu.
Embora o Legislativo seja um poder independente, há muitos vereadores que se comportam como capachos do prefeito. Submetem-se às suas vontades e votam sem discussão todos os projetos de lei que ele envia à câmara.

Omissão na função fiscalizatória

Para agravar a omissão legislativa também vem junta a omissão na fiscalização. Com isto o prefeito não só faz as leis que quer. Sem fiscalização, só cumpre as que quer cumprir.

É isto que acontece em todas as cidades brasileiras em que os vereadores abrem mão das suas obrigações e procuram viver à sombra do prefeito. Alguns sintomas são visíveis. Por exemplo, o fato de os vereadores passarem mais tempo conversando com o prefeito do que conversando com os eleitores. Ficam mais na Prefeitura do que na Câmara. É sintomático.

Confusão do eleitor

Como os vereadores não saem do gabinete do profeito, e como prometem fazer coisas que só o prefeito poderia fazer, o eleitor humilde acaba confuso. Ele passa a pensar que o vereador também tem papel administrativo. Essa percepção errada — alimentada pelos próprios vereadores que prometem fazer coisas que não podem fazer — prejudica o trabalho da Câmara, alimenta expectativas vãs e abre espaço para o trabalho de vereadores que vendem favores em troca de votos.

sábado, outubro 10

Henrique Alves quase chora implorando a Dilma para permanecer ministro do turismo

Em sua coluna, o jornalista Jorge Bastos Moreno escreve sobre o pedido de Henrique para permanecer no Ministério do Turismo

Há uma semana Dilma foi obrigada a tornar real o bordão “segura o choro”, criado pelo seu imitador Gustavo Mendes, para conter o pranto de Henrique Alves, diante da possibilidade de perder o cargo de ministro do Turismo.

Comovida ao ver o ministro quase de joelhos aos seus pés, Dilma resolveu deixá-lo onde estava. E encantou-se com a fragilidade daquele seu auxiliar, a quem, até então, pouco conhecia. Entendeu aí por que o político é chamado de “Henriquinho”.

Pois não é que, na primeira reunião ministerial do “novo” governo, Dilma não se surpreende ao dar a palavra a um ministro totalmente diferente daqueles que há dias derramou-se em lágrimas na sua frente?

O “Henriquinho” deu lugar ao “Henricão”, que, de dedo em riste, passou um sabão na base e, mirando para temer em outros colegas do PMDB, cobrou fidelidade canina ao governo, por tudo o que a presidente fez até hoje por esse partido ingrato.

Temer segurou. O riso!

Fonte: Coluna do Moreno

quarta-feira, outubro 7

Senador Agripino é acusado de receber propina da OAS durante construção da Arena das Dunas

A Procuradoria Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquérito para investigar o senador José Agripino Maia (RN), presidente do DEM, por suposta prática de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
O pedido da PGR é resultante de investigações da Operação Lava Jato, que apura desvio de recursos e corrupção naPetrobras. De acordo com o pedido, as investigações apontaram que o senador combinou pagamento de propina com executivos da OAS, uma das empreiteiras alvo da Lava Jato. O dinheiro teria sido desviado da obra do estádio Arena das Dunas, em Natal.
Ao G1, o senador José Agripino disse que se colocará à disposição das autoridades para prestar esclarecimentos. “Apesar de achar essa acusação absolutamente absurda, descabida e inveridica, eu me colocarei à disposição do Judiciário para promover os esclarecimentos que forem necessários”, declarou. O G1 busca contato com a assessoria da construtora OAS, mas não tinha conseguido até a última atualização desta reportagem.
Para a procuradoria, o inquérito não tem relação direta com a Lava Jato e, por isso, não deve ficar com o ministro Teori Zavascki, relator no Supremo Tribunal Federal dos casos relacionados à operação.
Com isso, Teori Zavascki enviou o pedido de investigação para para o presidente do Supremo, ministro Ricardo Lewandowski, a fim de que ele determine a distribuição do caso para um novo relator.
Outro caso
Em março deste ano, a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de inquérito para investigar se Agripino Maia cometeu crime de corrupção passiva. Na ocasião, o pedido também foi feito pela Procuradoria Geral da República.
Em acordo de delação premiada, o empresário George Olímpio afirmou que pagou R$ 1 milhão ao senador para tentar implantar o sistema de inspeção veicular no estado, governado peloDEM. As informações foram veiculadas no Fantástico no fim de fevereiro.
Na época, o senador disse por meio de nota desconhecer “as razões que estejam ensejando a reabertura deste assunto”.
“Este assunto, tratado em 2012, gerou processo de investigação pela Procuradoria Geral da República que, em 31 de outubro de 2012, o arquivou pela ‘inexistência de indícios, mínimos que sejam, que confirmem a afirmação de que o Senador José Agripino Maia teria recebido doação eleitoral ilícita do grupo investigado na operação Sinal Fechado'”, afirmou o senador na nota.
G1/RN 

Em decisão inédita, TCU rejeita contas de Dilma

Todos os oito ministros seguiram a posição do relator, que apontou passivo não contabilizado de R$ 2,3 trilhões

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) rejeitaram, na noite desta quarta-feira (7/10), por unanimidade, as contas referentes ao exercício do ano de 2014 do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT).

Em decisão inédita, a Corte apontou graves irregularidades no balanço do ano passado. De acordo com o relator, Augusto Nardes, o governo federal deixou de contabilizar um passivo de mais de R$ 2,3 trilhões — por meio das chamadas “pedaladas fiscais”.

“Após exames detalhados, procedimentos afrontaram de forma significativa princípios objetivos preconizados pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o que caracterizou um cenário de desgovernança fiscal”, justificou ele.

Ainda na sessão, o TCU votou o pedido do advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, de afastar o relator por “ter adiantado seu voto”. Também por unanimidade, a Corte rejeitou o pedido.

Histórico

Em outro processo aberto para investigar exclusivamente as pedaladas, o TCU já havia emitido no começo do ano um parecer atestando que o governo cometeu crime de responsabilidade discal com as medidas.

A presidente Dilma admite que o governo se utilizou das pedaladas fiscais, mas garante que todas são regulares — tendo sido feitas em outros governos.

Dentre as medidas, o governo federal atrasou o repasse de recursos para benefícios sociais e subsídios operados pela Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e BNDES, além de ter contingenciado recursos para “mascarar” as contas públicas.

Filho de Agripino é o deputado federal mais rico do RN com patrimônio de R$ 15 milhões

Felipe tem recursos suficientes em dinheiro e investimentos para comprar todo o patrimônios de Dilma e Aécio

O presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, do PMDB, tem um patrimônio maior que os três principais candidatos à presidência da República, Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) juntos. Contudo, depois de 11 mandatos consecutivos em Brasília, Henrique não é, pelo menos oficialmente, o deputado federal mais rico do RN. Esse posto é de Felipe Maia, filho do senador e presidente nacional do DEM, José Agripino Maia. O democrata tem um patrimônio de, aproximadamente, R$ 15 milhões.

O valor declarado para as eleições deste ano é R$ 7 milhões maior que o patrimônio que Felipe Maia declarou em 2010, quando foi reeleito deputado federal pelo DEM. Contudo, o fato de ter dobrado, em quatro anos, o já milionário patrimônio, não é a única coisa que chama a atenção – até porque boa parte dos candidatos também fez o mesmo. O que se destaca mesmo nas informações de renda de Felipe Maia, disponibilizadas pela Justiça Eleitoral (por meio do DivulgaCand, do TSE) são as diversas aplicações financeiras e os mais de R$ 500 mil em dinheiro em espécie que o parlamentar guarda.

Sobre as aplicações, Felipe Maia tem R$ 219 mil na poupança do Banco Safra; R$ 9,8 mil em conta corrente do Banco do brasil; R$ 245 mil em aplicação de renda fixa no Bic Banco; R$ 1,4 milhão em aplicação de renda fixa no Banco Safra; R$ 1,1 milhão em aplicação no Banco Safra; R$ 5,2 milhões em aplicação no Banco Santander; R$ 1,2 milhão em outra aplicação no Banco Safra; R$ 941 mil em aplicação do Santander; R$ 560 mil em letra de crédito agropecuário do Banco Safra; R$ 160 mil em crédito imobiliário no Banco Safra; R$ 99 mil em depósito em conta corrente no Banco do Brasil; R$ 3,3 mil em conta corrente de outra conta no BB; R$ 942 mil em fundo de investimento no Santander; e R$ 212 mil em investimento em letras hopotecarias também no Banco Safra.

Isso quer dizer que, dos R$ 15 milhões de patrimônio declarado de Felipe Maia, cerca de R$ 13 milhões são só em dinheiro vivo, crédito em contas bancárias e aplicações financeiras. Com esse valor, o filho de José Agripino poderia, por exemplo, comprar todos os bens divulgados por Henrique Eduardo Alves à Justiça Eleitoral, uma vez que o candidato do PMDB tem um patrimônio de R$ 12 milhões – e nenhum dinheiro em espécie ou aplicações financeiras.

O dinheiro de Felipe Maia também seria suficiente para que o democrata, que está no seu terceiro mandato na Câmara Federal, adquirisse os bens dos três principais candidatos a presidência da República – todos juntos daria cerca de R$ 4 milhões em patrimônio. E ainda sobraria para comprar boa parte dos bens de Robinson Faria, candidato do PSD ao Governo do Estado e que tem um patrimônio orçado em R$ 8 milhões.

OUTROS BENS

Além desse dinheiro aplicado, Felipe Maia, que é um dos donos de uma das principais empresas de querosene de aviação do Nordeste, tem também três apartamentos (um deles avaliado em R$ 853 mil, em Areia Preta); dois lotes, um no Alphaville e outro no condomínio Punta del Mar; percentuais em terrenos na zona Norte de Natal; e três carros, sendo um Civic, um Land Rover Evoque e um Duster.

Felipe Maia também tem participações na Hyndra Investimentos Imobiliários; LFC Motos e Veículos; Tropical Produções LTDA; Avigas Nordeste; AF. Participações e Empreendimentos; Radio Curimatau de Nova Cruz; Alagamar Rádio Sociedade; Comav – Comércio de Combustíveis para Aviação; North Beach Empreendimentos; e Sociedade Radio a Voz do Seridó.

EVOLUÇÃO PATRIMONIAL

Com tudo isso, significa dizer que só nos últimos quatro anos, Felipe Maia conseguiu dobrar seu patrimônio, sobretudo, graças as aplicações financeiras. Em 2010, quando foi candidato a deputado federal pela segunda vez, Felipe Maia tinha R$ 7,4 milhões declarados junto à Receita Federal. Eram R$ 450 mil em dinheiro em espécie guardados pelo filho de Agripino.

A evolução de bens de Felipe Maia e de todos os outros candidatos nas eleições deste ano estão disponíveis no portal DivulgaCand 2014, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e são públicas, podendo ser acessadas por todos os eleitores.

Patrimônios de Fábio Faria, Betinho Rosado e Paulo Wagner também dobraram em quatro anos

A bancada potiguar na Câmara Federal passará, obrigatoriamente, por uma reformulação em 2015. Afinal, dos oito deputados federais que o Rio Grande do Norte tem na Casa Legislativa de Brasília, três não serão candidatos: Henrique Alves (vai disputar o Governo); João Maia (será vice de Henrique) e Fátima Bezerra (disputará o Senado). E, observando as candidaturas à reeleição dos outros nomes, é possível constatar que não foi só Felipe Maia que dobrou o patrimônio pessoal em quatro anos de mandato. Fábio Faria (PSD), Betinho Rosado (PP) e Paulo Wagner (PV) também conseguiram multiplicar seus bens.

O filho de Robinson Faria, candidato ao Governo do Estado pelo PSD, declarou à Justiça Eleitoral ter, hoje, um patrimônio de R$ 5 milhões. Há quatro anos, tinha R$ 1,9 milhão de bens em nome dele. Betinho Rosado, do PP, cunhado da governadora Rosalba Ciarlini, do DEM, tem hoje R$ 2 milhões de patrimônio e, quando foi candidato em 2010, tinha “apenas” R$ 499 mil em bens. Paulo Wagner, que recentemente pediu aposentadoria por invalidez na Câmara, mas mesmo assim será candidato a reeleição, tem atualmente um patrimônio de R$ 1,3 milhão. Quatro anos atrás, o parlamentar do PV possuía R$ 430 mil em bens.

Com relação à declaração de bens de Fábio Faria, destaque para as ações e participação no capital da academia Aibodytech, que representam mais de R$ 3,5 milhões do orçamento do deputado federal do PSD. Há quatro anos, a academia Athletica LTDA (que se tornou Bodytech) estava avaliada em, apenas, R$ 70 mil, de acordo com a declaração de imposto de renda do parlamentar federal, que também tinha participações nas firmas Documentos e Delivery LTDA, North Beach LTDA e Quatro por Quatro LTDA – não há, hoje, registro de participação dele nessas empresas.

Por outro lado, o filho de Robinson continua com um apartamento situado na avenida Governador Sílvio Pedrosa, orçado em R$ 1,2 milhão, um terreno no condomínio Lago do Mato, em Macaíba, de R$ 27 mil, e participação na empresa FDois Comunicação e Entretenimento, avaliada em R$ 19,5 mil. Fábio também tem R$ 85 mil em dinheiro vivo, fora esses bens descritos. Não existe registro de carros ou aplicações financeiras atualmente em nome do deputado do PSD.

No caso de Betinho Rosado, destaque para o “saldo de economias” no valor de R$ 1,2 milhão que o deputado declarou ao imposto de renda. O irmão de Carlos Augusto Rosado, secretário-chefe do Gabinete Civil, tem também participações na empresa Somapetro e na empresa Marisal LTDA, ambas em Mossoró. Betinho Rosado possui, ainda, 300 cabeças de gado avaliada em R$ 30 mil.

Ex-secretário estadual de Agricultura, Betinho Rosado também declarou possuir três propriedades rurais no município de Governador Dix-Sept Rosado, com um valor consideravelmente baixo, apesar de serem bastante extensas. A maior tem 554 hectares, mas custa apenas R$ 5,5 mil. Outras duas, de 115 hectares, custam o mesmo valor: R$ 3 mil.

Paulo Wagner, do PV, saiu de R$ 430 mil em 2010, para R$ 1,3 milhão em 2014. Destaque para os automóveis que ele possui registrados em seu nome, sendo um Land Rover Discover, avaliado em, surpreendentes, R$ 32 mil, e um Hyundai HB20, que custaria R$ 741 mil – provavelmente, aí, um erro na declaração de imposto de renda do parlamentar.

João Maia reduz patrimônio de R$ 14 milhões para “apenas” R$ 2,3 milhões

De maneira geral, os políticos têm um incremento do patrimônio depois que conseguem cargos eletivos. Os deputados federais Felipe Maia (DEM), Fábio Faria (PSD), Betinho Rosado (PP) e Paulo Wagner (PV) são exemplos disso. O colega deles na Câmara Federal, João Maia (PR), porém, é uma estranha exceção. Em quatro anos, ele teve o patrimônio reduzido seis vezes: saiu de R$ 14 milhões em 2010, para cerca de R$ 2,3 milhões em 2014.

Aparentemente, os motivos para isso são vários. João Maia apresentou redução em, praticamente, todos os tipos de patrimônio que possui. Os imóveis, por exemplo, reduziram de um valor de, aproximadamente, R$ 2 milhões, para R$ 920 mil. O apartamento que possuía, por exemplo, no edifício Aldebaran (agora interditado devido ao deslizamento de terra ocorrido em Areia Preta), foi repassado, o que representou, sozinho, uma redução de quase R$ 1 milhão no patrimônio do deputado federal candidato a vice-governador na chapa de Henrique Alves.

Não foi só. Dono de sete carros em 2010, sendo dois deles Pajeros (avaliados em mais de R$ 250 mil cada), dois caminhões e uma Land Rover, João Maia tem, agora, apenas cinco. Além disso, o deputado federal também perdeu boa parte dos fundos de investimentos registrados no Bando do Brasil, que lhe faziam ser responsável por mais de R$ 10 milhões em dinheiro. Hoje, o parlamentar tem registrado “apenas” dois créditos bancários (um deles pela venda do Aldebaran), no valor de R$ 360 mil, e menos de R$ 10 mil em contas correntes.

Pelo menos, ainda restaram a João Maia participação em boa parte das empresas que ele tinha desde 2010. O vice de Henrique Alves continua, por exemplo, dono de parte da Empresa Maia Assessoria Empresarial; JSM Consultoria Comercial; Estação Jardim Fim; Maxtran Empreendimentos e Participações; Estação JJ&A; Ponta d’Água e Pipa Empredimentos e Incorporações.

Deputado estadual do PSD tem patrimônio de R$ 34,5 milhões

O deputado estadual José Dias, candidato a reeleição pelo PSD, tem o maior patrimônio daqueles que disputam as eleições 2014 no Rio Grande do Norte. São R$ 34,5 milhões em bens, boa parte deles, resultantes de títulos de dívidas agrárias, que chegam a representar mais de R$ 6,5 milhões do patrimônio do parlamentar estadual.

É claro que, com uma fortuna de R$ 34,5 milhões, José Dias não tem só os títulos de dívida agrária como bem. O deputado estadual tem também R$ 2,7 milhões em saldo de aplicações de agronegócios; R$ 1 milhão de aplicações em agronegócio; R$ 846 mil de custodia de ações do Banco do Brasil; R$ 3,3 milhões em letra de crédito de agronegócio; e R$ 2,3 milhões em saldo de letras de crédito imobiliário.

Além disso, José Dias tem 30 imóveis registrados em seu nome (boa parte deles, com preços desatualizados, o que mostram que o patrimônio do parlamentar pode ser ainda maior que o divulgado). São cinco sítios, oito loteamentos no Parque das Árvores, seis casas, seis terrenos e quatro propriedades rurais, sendo duas em Macau, uma em Macaíba e uma em Carnaubais. O mais valioso? Um loteamento em Barra Nova, Nísia Floreste, avaliado em R$ 2,4 milhões.

José Dias tem ainda no nome dois carros de luxo estilo Land Rover, um Volvo e um Gran Vitara, que somados ultrapassam a casa dos R$ 500 mil. Ações do Banco do Brasil, Mendes Júnior, Ferbase, Copene e Embratel, além de joias no valor de R$ 250 mil e mais uma adega de vinhos e bebidas nacionais e internacionais, avaliada em R$ 50 mil, completam o patrimônio do parlamentar.

Desesperado, Cunha parte para o tudo ou nada

Embora desfrute da cumplicidade de boa parte do cartel da mídia, haja vista a canalhice de suas contas na Suíça serem ignoradas pelas revistas semanais, Eduardo Cunha sabe que sua derrocada está próxima. Tanto que, no seu desvario, não esconde de parlamentares próximos que fará tudo para morrer abraçado à Dilma. 

Só que querer não é poder. A couraça de proteção midiática de que dispõe ajuda adiar o desenlace do seu caso, mas não é capaz de apagar os documentos enviados pela justiça suíça ao Ministério Público do Brasil. Tampouco sua arrogância servirá para diminuir o peso das evidências dos vários ilícitos dos quais é acusado.

Mesmo dispondo de prerrogativa de foro por ser parlamentar, sua situação certamente ficará insustentável à frente da Câmara dos Deputados assim que o STF aceitar as denúncias do MP e abrir processo. A partir daí só lhe restará o caminho de renunciar à presidência da Casa e lutar para não perder o mandato.

Se na semana passada Cunha colecionou notícias ruins, tais como a reforma ministerial que o deixou falando sozinho e a confirmação de que contas suas foram bloqueadas pela justiça da Suíça, a que se inicia já traz um fato novo capaz de atrapalhar seus planos.

Numa tacada de mestre, o governo, via Advocacia-Geral da União, fez o que devia ter feito há muito tempo e questionou a legitimidade do relator do processo das "pedaladas fiscais", no TCU, ministro Augusto Nardes. A AGU pediu o afastamento do relator, com base em mais de 2 mil recortes de notícias de jornais, nos quais Nardes rasga a Lei Orgânica da Magistratura antecipando seu voto pela rejeição das contas.

Isso pode adiar o julgamento das contas, já que além do plenário do TCU o governo pode recorrer ao Congresso para afastar o dublê de ministro e militante da oposição. E Cunha planejava justamente pegar carona no clima negativo causado pela rejeição das contas para pôr em tramitação um dos pedidos de impeachment da presidenta Dilma recebidos pela Mesa da Câmara.

No entanto, como o tempo trabalha contra Cunha, pois só aumenta seu desgaste público e entre seus deputados, é provável que, mesmo sob pau e pedra, ele dê início ao rito do impeachment. E que se dane se não há fundamento jurídico. O importante é criar uma cortina de fumaça que possa ofuscar sua condição de paciente político terminal.

Mas suas chances de derrota são grandes. A reforma ministerial feita pela presidenta Dilma foi um passo decisivo para a reunificação da base de apoio ao governo no Congresso. Trocando em miúdos, Dilma hoje tem voto para barrar o golpe. No fundo, Cunha sabe disso, mas, como está no cadafalso, age desesperadamente para adiar a chegada do carrasco.

Transporte escolar parado em Lajes por falta de manutenção



Sem Conserto há Muito Tempo.

O negocio por aqui em Lajes não vai muito bem... Veículos da prefeitura espalhados por todo canto da cidade como esses dois ônibus escolar que faz muito tempo que estão parados no meio da rua por falta de manutenção.

Agora eu pergunto (blogdodudulajes) e os alunos? Como é que estão? Será que não estão sendo prejudicados?

Observe que existe um ônibus sem a placa na traseira. Imagine o documento como é que tá?


Fonte:  informações  via o blog http://blogdodudulajes.blogspot.com.br/

Manifesto a favor da CPMF com a assinatura de 25 governadores

.
 foi entregue ontem (6) aos presidentes da Câmara e do Senado

Apenas Geraldo Alckmin (SP) e Raimundo Colombo (SC) não endossaram o documento.

Caso aprovada, a alíquota será de 0,38% sobre movimentações financeiras, ficando 0,20% para União e 0,09% estados e 0,09% para os municípios.

EM DECISÃO INÉDITA, TSE ABRE INVESTIGAÇÃO DE CAMPANHA DE DILMA

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta terça-feira (6), por 5 votos a 2, abrir uma ação para investigar a campanha que elegeu a presidente Dilma Rousseff (PT) e o vice-presidente Michel Temer (PMDB). Votaram nesta noite os ministros Luciana Lóssio, que foi contra a abertura de investigação, e Dias Toffoli, presidente da Corte, a favor.

É a primeira vez que a corte abre uma ação de impugnação de mandato eletivo (Aime) contra um presidente empossado.

A decisão foi tomada após o PSDB, autor da ação, recorrer ao plenário do TSE contra o arquivamento do caso pela ministra Maria Thereza de Assis Moura, no início do ano.

Ao enunciar seu voto, Lóssio defendeu a reunião das três ações contra a campanha de Dilma que tramitam no TSE em um único processo. Segundo a ministra, o julgamento em separado poderia levar à demora na resolução definitiva dos questionamentos judiciais, o que tornaria o Poder Judiciário “um verdadeiro terceiro turno eleitoral”, afirmou a ministra.

A ministra afirmou que notícias veiculadas na imprensa não sustentam por si só a abertura da ação. Um dos argumentos do PSDB para pedir a investigação é a suspeita de que o esquema investigado pela Operação Lava Jato tenha financiado a campanha petista.

“O responsável pelo ajuizamento da Aime [ação] deve ocupar-se de subsidiar o processo com lastro probatório. Se notícia midiática impressiona, deve diligenciar no sentido de trazer aos autos, ou ao menos indicar o caminho para acesso aos elementos de prova, que amparam as notícias veiculadas em jornais, revistas, blogs etc”, disse.

“Por sua vez ao julgador cabe analisar objetivamente os fatos, à luz do que efetivamente consta no processo. Lembrando que notícias de fatos, não são provas de fato”, afirmou a ministra.

O ministro Dias Toffoli, presidente do TSE, não leu seu voto e disse apenas que seguia a divergência aberta pelo ministro Gilmar Mendes.

Julgamento retomado

O julgamento havia sido interrompido em 25 de agosto, após pedido de vistas da ministra Luciana Lóssio, quando já havia maioria para a abertura da ação.

Quatro dos sete ministros já haviam votado favoravelmente pela reabertura do caso. Votaram pelo prosseguimento da ação os ministros Gilmar Mendes, João Otávio de Noronha (que já deixou a corte), Luiz Fux e Henrique Neves. A ministra Maria Thereza decidiu novamente pelo arquivamento.

A ação foi movida pelo PSDB, principal partido de oposição. A legenda afirma que houve abuso de poder econômico e político na campanha que reelegeu Dilma em 2014, e aponta como exemplo o uso de pronunciamentos oficiais da presidente em rede nacional.

O PSDB também afirma na ação que as doações oficiais recebidas pela campanha petista tiveram origem em recursos de propina ligada a contratos da Petrobras, caso investigado pela operação Lava Jato da Polícia Federal.

O advogado Flávio Caetano, que atuou na campanha de Dilma em 2014 e a representa no tribunal, afirma que o TSE deliberou apenas sobre a abertura da ação, e não sobre o mérito das acusações. Caetano nega a existência de irregularidades e afirma que a ação é juridicamente “frágil” e não contém provas.

“Vale destacar que a campanha presidencial de 2014 ocorreu dentro da mais absoluta normalidade, com a presidenta Dilma sendo reeleita com o voto de 54,5 milhões de brasileiras e brasileiros”, disse. “As contas da campanha foram aprovadas por unanimidade no TSE. Estender esse julgamento só serve à oposição e só atende aos interesses de quem busca fazer uso político do Poder Judiciário”, afirmou o advogado.

domingo, outubro 4

Homem acorda minutos antes do próprio enterro e causa pânico no velório

Pouco tempo depois de ressuscitar, Jorge Eliecer Julio Ramirez morreu

Um homem que havia sido declarado morto acordou durante o seu próprio velório e surpreendeu as pessoas que acompanhavam a cerimônia. O caso aconteceu na cidade de Pelaya, Colômbia. Jorge Eliecer Julio Ramirez sofreu um ataque cardíaco enquanto cumpria pena numa prisão local e foi levado a uma clínica. No local, foi certificada sua morte. A informação é do jornal local La Republica.

Segundo o testemunho dos vizinhos, em um video no YouTube, o homem sentou-se e abriu os olhos, causando pânico entre a família e os amigos.

“Eles estavam fazendo orações quando a tampa do caixão se levantou. Ele abriu os olhos e se sentou no caixão. Ele estava verde, tinha um bigode marrom”, disse Ardila Lidueñas Omeira Rosa, moradore de Pelaya, à Caracol Radio da Colômbia.

O caso gerou muitos comentários na regão e teses conspiratórias. Algumas pessoas acreditam que ele forjou sua morte para escapar da prisão.

“Ninguém pode simular um ataque cardíaco, ninguém pode parar de respirar 8 ou 10 minutos. Imagina uma hora para não fingir de morto”, afirmou uma perita que assinou o relatório sobre o caso.

Pouco tempo depois de ressuscitar, Jorge Eliecer Julio Ramirez morreu.

Fonte: Extra

Sob ameaças de prisão, Aviões do Forró é expulsa do palco; assista ao vídeo

Vale salientar que, em média, os shows da banda Aviões do Forró se estendem por 3h

A madrugada deste domingo (4) marcou de forma triste a brilhante história da banda Aviões do Forró. Os vocalistas Xand e Solange Almeida foram impossibilitados de completar o show em São Luís, capital do Maranhão, sob ameaças de prisão.

Na capital maranhense, vigora uma lei municipal que proíbe que shows musicais sem isolamentos acústicos se estendam até depois das 3h. Contratados como estrelas do evento “Aviões Pra Todo Mundo“, a banda subiu ao palco somente às 2h20, sendo obrigada a finalizar a apresentação com apenas 40 minutos de duração.
O fato gerou revolta no público. Ainda no palco, Solange e Xand explicaram a situação para os presente e se desculparam. “Eu quero agradecer a vocês e pedir desculpas. A culpa não foi nossa. Mas se a gente continuar, a gente vai ser preso, e a gente não pode ser preso. Tenho 4 meninos para sustentar, ele (Xand) mais 4, e uma infinidade de pessoas aqui. São Luís, desculpa. De verdade, a culpa não foi nossa. Chegaram aqui, mandaram a gente parar ou a gente vai ser preso”, se lamentou Solange.

Com a voz embargada, Xand complementou: “você (Solange) falou tudo. Eu não tenho o que falar. Desculpa, gente. A gente tem que respeitar a lei“, finalizou. Vaias do público ecoaram durante o posicionamento dos cantores.

Em comunicado no Instagram, a banda reforçou a responsabilidade em cumprir as leis impostas.” O Aviões acata quaisquer diretrizes municipais, estaduais e/ou federais, principalmente nos cumprimentos de horários, é um dever… mas infelizmente não tivemos como concluir o show e tampouco nos despedir, explicar e agradecer ao nosso público”, afirmou a nota.

Além de Aviões do Forró, o evento contou ainda com as participações de Dorgival Dantas, Xé Pop, Bruno Shinoda e Xavecada.

A festa foi organizado pela produtora local 4 mãos Entretenimento, com ingressos que variavam de R$ 40 a R$ 160. As apresentações no Espaço Reserva tiveram início às 19h.

Caso gera revoltas nas redes sociais

A produtora do evento foi o grande alvo do público que esteve presente no show. Nas redes sociais, os fãs reclamaram de descaso com o consumidor. “O show foi um fiasco! Ingresso caro, falta de organização total na entrada, para simplesmente Aviões, a banda mais esperada, tocar 45 minutos. O que foi isso? Eu esperava mais! Muita falta de respeito!“, reclamou um internauta na página oficial da 4 Mãos no Facebook. “O público merece uma explicação!”, bradou outra internauta.

A empresa ainda não emitiu nenhum posicionamento. Já na página da banda, o tom do desabafo era de compaixão com Xand e Solange. “Vocês foram vítimas, assim como o público”, escreveu uma fã. “Voltem, mas não em eventos dessa produtora lixo”, corroborou outra. “Isso é um desrespeito com o público que paga para ver seus artistas”, completou um fã.

O Procon irá autuar empresa organizadora Em resposta às inúmeras reclamações dos consumidores, o diretor do Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor no Maranhão (Procon­MA), Duarte Júnior, afirmou, em pronunciamento nas redes sociais, que notificará a empresa 4 Mãos Entretenimento pelo ocorrido. Segundo ele, o encerramento inesperado no show “afronta os direitos básicos do consumidor”. “Descumprimentos de horários em eventos caracterizam falha na prestação, geram uma grande insegurança jurídica e prejudicam os consumidores que acabam por frustar suas expectativas”, ressaltou Duarte Júnior, que incentivou os consumidores que se sentiram lesados a formalizarem denúncia no Procon.

Fonte: Diário do Nordeste

Eduardo Cunha está insatisfeito com Henrique


O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o ministro do Turismo, Henrique Alves, são aliados e amigos de longa data nas fileiras do PMDB. Hoje, segundo contam pelos corredores do poder, que Cunha sentiu-se desprestigiado por Alves por tentar manter-se no ministério de Dilma Rousseff. Em tempo: o presidente da Câmara se diz oposição ao governo petista.


FONTE; ROBSON PIRES

Morre petista José Eduardo Dutra, ex-presidente da Petrobras

O ex-senador e ex-presidente da Petrobras José Eduardo Dutra morreu na madrugada deste domingo, em Belo Horizonte, aos 58 anos, segundo o site oficial do PT.

Dutra, que lutava contra um câncer, foi presidente da Petrobras e da BR Distribuidora. Ele também presidiu o Diretório Nacional do PT. Foi senador por Sergipe, Estado no qual desenvolveu sua vida política.

Em nota de pesar divulgada neste domingo, a presidente Dilma Rousseff refere-se a Dutra como "amigo e companheiro".

"Tive o privilégio de conviver com José Eduardo. Sua dignidade, inteireza de caráter e seriedade jamais serão esquecidas e são a nossa grande perda", diz a presidente na nota.

Dutra foi diretor Corporativo e de Serviços da Petrobras, cujo conselho havia aprovado em agosto a prorrogação da licença do executivo para tratamento de saúde.

Ele foi um dos dois executivos da cúpula que não renunciaram em fevereiro deste ano, em meio a um escândalo de corrupção investigado pela operação Lava Jato.[nL1N11H1DM]

A Petrobras também divulgou nota lamentando o falecimento do diretor licenciado e se solidarizou com a família.

O funeral ocorrerá em Belo Horizonte, na segunda-feira, segundo nota do PT. O corpo de Dutra, que nasceu no Rio de Janeiro, será cremado no mesmo dia na capital de Minas Gerais.

Banco Mundial: 702 milhões de pessoas vão viver na pobreza extrema em 2015

Relatório divulgado neste domingo (4) pelo Banco Mundial diz que, pela primeira vez na história, menos de 10% da população mundial vai viver abaixo da linha da pobreza em 2015, ou seja, com menos de 1,9 dólares norte-americanos por dia.

“Esta é a melhor notícia no mundo de hoje – estas projeções mostram que somos a primeira geração na história humana que pode acabar com a pobreza extrema”, disse o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, que realiza sua reunião anual de 9 a 11 deste mês, em Lima, juntamente com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

De acordo com projeções do Banco Mundial, cerca de 702 milhões de pessoas, ou seja 9,6% da população mundial, vão viver abaixo da linha da pobreza este ano, principalmente na África Subsaariana e na Ásia. Em 2012, o total era de 902 milhões, ou seja, cerca de 13% da população mundial. Em 1999, o percentual era 29%.

Cosern suspenderá fornecimento de energia em uma das Ruas de Angicos nesta segunda, 5.

Por intermédio de comunicado distribuído à imprensa, a assessoria de comunicação da Companhia Energética do RN (Cosern), na capital do Estado, está cientificando com antecedência que haverá interrupção do fornecimento de energia elétrica nesta segunda-feira (5) em uma das ruas do município de Angicos.

A paralisação se deve à necessidade de realização de serviços de ampliação, melhoramento e manutenção na rede elétrica. É adiantado que a religação do sistema se observará sem prévio comunicado imediatamente após o término dos trabalhos.

A suspensão temporária de energia acontecerá na Rua Vereador José Alves, no Alto da Esperança e adjacentes, no horário, das 7h às 12h.

Ainda conforme o informe, a empresa avisa que, caso o serviço seja concluído antes do horário previsto a rede será energizada sem qualquer outro aviso.

Mais informações pelo telefone 116.

Eleição do Conselho Tutelar 2015 - Resultado final em Lajes



Cassação de Cunha pode ir a Plenário nesta semana

Às vésperas da decisão quanto a tornar réu no Supremo Tribunal Federal (STF) o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no processo do qual é relator o ministro Teori Zavascki, parlamentares ouvidos pela reportagem do Correio do Brasil já avaliam a possibilidade da cassação do mandato, por quebra de decoro parlamentar. Em Plenário, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), ofereceu uma oportunidade para que Cunha se explique, perante a sociedade brasileira, quanto à existência, ou não, de contas secretas na Suíça.

Uma vez comprovada a denúncia do Ministério Público da Suíça que pesa sobre Cunha e seus familiares, por suspeita de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, já de posse do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, qualquer parlamentar poderá pedir a cassação de seu mandato. Janot aceitou a transferência dos documentos, por parte do MP suíço, e o processo será encaminhado ao Departamento de Recuperação de Ativos do Ministério da Justiça para, em seguida, chegar à Procuradoria Geral da República.

O Ministério Público da Suíça relata na documentação contas bancárias supostamente em nome de Cunha e familiares. As investigações começaram em abril na Suíça e os valores já estão bloqueados. Perguntado por jornalistas, posteriormente, se mantém conta no exterior, Cunha novamente se calou:
— O meu porta-voz será sempre meu advogado. Não há o que falar. Não falarei. não vou ficar todo dia comentando. Amanhã, vai surgir outro. Tenho que cumprir a orientação dele de não falar — afirmou.
Embora tenha preferido responder se tem ou não contas na Suíça,  Cunha negou, no depoimento na CPI da Petrobras em março deste ano, que tivesse recursos depositados naquele país ou em algum paraíso fiscal.
— Com a eventual comprovação de que o presidente da Câmara mentiu na CPI, fica configurada a quebra de decoro parlamentar, que deve ser punida com a cassação — afirmou o parlamentar.
Nas redes sociais, entre os ítens mais replicados estão as notas de colunistas e blogueiros quanto ao isolamento em que se encontra o presidente da Câmara. Cunha teria perdido prestígio no meio político e suas despesas com advogados tendem a se multiplicar nos próximos meses.

Correio do Brasil

sexta-feira, outubro 2

Eleição unificada para Conselho Tutelar ocorre neste domingo, em Lajes e todo Brasil


Eleições – O processo de escolha para conselheiro tutelar ocorrerá pela primeira vez de forma unificada, em todo Brasil, dia 4 de outubro.

Coração da defesa à infância no país, o Conselho Tutelar terá as primeiras eleições unificadas neste domingo. O voto facultativo dos eleitores escolherá cerca de 30 mil novos conselheiros no Brasil

Esses profissionais terão uma missão ampla: zelar pelos direitos de crianças e adolescentes. Eles precisam atuar tanto em situações de direitos ameaçados ou violados, como na fiscalização de entidades que trabalham com a infância.

Próximo das comunidades, o Conselho Tutelar tem de funcionar como uma ponte que liga a população aos órgãos públicos. Conforme a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH), esses órgãos são o destino de 70% das denúncias recebidas pelo Disque 100.

Pré-candidatos começam a tomar elixir milagroso para o pleito de 2016


Pleito de 2016 só acontecerá no  próximo ano, mas os pré-candidatos de diversos municípios começam a tomar o elixir de bons mocinhos e participarem de tudo que é evento.
Afinal vale tudo para ficar conhecido e cair na graça do eleitor potiguar!



FONTE; ROBSON PIRES

quinta-feira, outubro 1

Prefeitura de São João do Sabugi – RN realiza Concurso Público com mais de 70 vagas; todos os níveis e salários até R$ 8 mil

No Rio Grande do Norte, a Prefeitura de São João do Sabugi, município distante 297 km de Natal, anuncia realização de Concurso Público com mais de 70 vagas.

É possível concorrer a cargos com diferentes níveis educacionais e salários de R$ 788,00 a R$ 8 mil por mês. Confira todas as oportunidades, abaixo:

Nível Fundamental: Auxiliar de Serviços Gerais (5), Auxiliar de Serviços Gerais – Câmara Municipal (1), Coveiro (1), Jardineiro (1), Merendeira (3), Motorista (4), Operador de Máquinas Pesadas (3) e Vigia (1).

Nível Médio: Agente Administrativo (1), Agente Administrativo – Câmara Municipal (5), Agente de Combate Às Endemias (1), Atendente de Consultório Dentário (3), Auxiliar de Farmácia (1), Facilitador de Oficina (3), Fiscal de Obras (2), Fiscal de Tributos (2), Fiscal de Vigilância Sanitária (1), Orientador (1), Recepcionista (1), Socioeducacional (1), Técnico Agrícola (2), Técnico em Enfermagem (1), Técnico em Enfermagem (3), Técnico em Laboratório (1) e Vacinador (2).

Nível Superior: Advogado (1), Analista Administrativo (2), Analista Administrativo – Câmara Municipal (1), Assistente Social (1), Cirurgião Dentista (2), Contador (1), Contador – Câmara Municipal (1), Enfermeiro (3), Farmacêutico (1), Médico Generalista (1), Médico Pediatra (1), Médico Psiquiatra (1), Médico-Veterinário (1), Nutricionista (1), Pedagogo Crass (1), Procurador Jurídico – Câmara Municipal (1), Professor de Ciências Físicas e Biológicas (1), Professor de Educação Física (1), Professor de Ensino Infantil (1), Professor de Português (1) e Psicólogo (2).

Dentro do total de funções, existem oportunidades exclusivas para pessoas com necessidades especiais.

Você pode inscrever-se a partir do dia 5 de outubro de 2015, pelo site www.conpass.com.br, até 5 de novembro de 2015. Já a taxa de participação custa de R$ 40,00 a R$ 90,00, e deve ser paga por meio de boleto, na agência descrita no edital.

A classificação dos candidatos será feita mediante à Prova Escrita, de Títulos e Prática, sendo que a primeira está prevista para ocorrer em 13 de dezembro de 2015 e será composta por questões sobre Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Específicos e demais assuntos.

Este Concurso Público tem validade de dois anos, porém pode ser prorrogado. Em nosso site, você pode ter acesso ao edital com mais informações.

Com informações do PCI Concursos

BINGO BENEFICENTE EM PROL DO TIME DE FUTEBOL AMERICANO DE LAJES


Cabugi Goats

Todos os jogadores do time estão vendendo. desde já agradecemos pelo apoio, boa sorte!

PRB já tem pré-candidato a prefeito em Pedro Avelino.

SUCESSÃO MUNICIPAL – O Partido Republicano Brasileiro (PRB) já tem pré-candidato a prefeito no município de Pedro Avelino para as eleições do próximo ano. A confirmação foi feita pelo presidente nacional da sigla, Marcos Pereira, e por Abraão Lincoln, presidente Estadual do partido.

Lício Luan Câmara é o nome que está posto pelo PRB para disputar o pleito em 2016. A informação foi repassada por ele próprio a redação do Blog Angicos Notícias. Durante breve conversa, o postulante falou sobre seus planos e projetos. Além disso, fez um Raio-X sobre a formação do arco de alianças em torno do seu nome.

Na interpretação do jovem Luan, sua escolha como o nome do PRB para a eleição municipal é “natural” e enquadra-se como A REAL MUDANÇA. “Hoje, meu nome representa o novo, a real mudança. Por onde ando, as pessoas me pedem espontaneamente para que eu seja candidato em 2016 ao Executivo Pedroavelinense”, ressalta.

Ainda na sua concepção, o município de Pedro Avelino parou no tempo, estagnou e não evoluiu e, nos dias atuais, esta decadente de infraestrutura. “Para se ter uma ideia, nosso município não tem um posto de combustível. Também não existem empresas dispostas a investir na Cidade, por falta de incentivos e atrativos. O povo sobrevive apenas da prefeitura”, avaliou.

Taxativo em suas colocações, Luan disse que a principal luta é apresentar propostas que ajude a tirar o município de Pedro Avelino da inércia e do caos que vive, com salários atrasados, educação, saúde e segurança debilitada.

O pré-candidato falou também, que os gestores que passaram pelo Executivo, não representam mais a mudança do Presente e do por vim, “Tanto o Deputado Estadual, José Adécio, quanto Neide Suely já foram prefeitos da Cidade e se perduraram durante 25 anos. Além deles, o atual grupo político da Cidade, já se perpetua há 16 anos no Poder, e até aqui, nada de novo aconteceu. A cidade não progrediu em nada, e sim regrediu!”, refletiu.

Filiado ao PRB, Luan compõe atualmente o diretório estadual do Partido e, em Brasília-DF atua como um dos assessores da Confederação Nacional de Pescadores e Aquicultores (CNPA) no Brasil, que tem como presidente, Abraão Lincoln.

Para emplacar seu nome, Luan aposta na larga influência, conhecimento e convívio constante no Congresso, com ministros, senadores e deputados, “eu atribuo muito a minha candidatura, ao espaço conquista em Brasília através do meu presidente, pois hoje, faço parte da assessoria dele, e lá, ganhei um vasto conhecimento. Então, a minha proposta para Pedro Avelino, é atender ao anseio popular e fazer da nossa Cidade, uma Cidade modelo na região, trazendo crescimento e desenvolvimento ordenado”, argumentou Luan.

No que diz respeito ao arco de aliança para dar sustentação ao seu projeto político, Luan adiantou que as articulações para 2016 já estão sendo feitas, e hoje, além do PRB, ele conta com o respaldo do seu pai, o Vereador de quatro mandatos e ex-presidente da Câmara, Francisco Helio de Araújo “Chico Helio”. Luan revelou ainda que busca entendimento com outras siglas como; PSB, PP e com o PMDB para consolidar esse novo projeto para Pedro Avelino.

Blog Angicos Notícias

Política: Bruno Batista se desfilia do DEM e deverá assumir Diretório Municipal, em Fernando Pedroza.

POLÍTICA – Na Cidade de Fernando Pedroza, o tabuleiro político já começou se mover á tempo. Em meio ao emaranhado de convenções e mudanças, mais uma desfiliação é referendada na Política Pedrozense.

Bruno Batista, filho do ex-prefeito de Angicos, Jaime Batista [in memorian] oficializou seu desligamento do Partido Político o qual militara há anos, ‘O Democratas’ da Cidade coirmã. Na facção, Bruno ocupava a posição de Presidente de honra da agremiação partidária.

Com Domicílio eleitoral em Fernando Pedroza desde 2006, Bruno estaria se preparando para assumir o Diretório Municipal de outra sigla partidária na Cidade. A priori, após saída do DEM, o desafio seria reestruturar a sigla partidária no município.

O Blog entrou em contato com Bruno, o mesmo falou sucintamente sobre sua trajetória Política; “Olha, com título em mãos, me filiei ao antigo PFL, hoje DEMOCRATA. Jaime em sua 1º gestão (1989 a 1992), a prefeito de Angicos, deixou encravado no distrito de Fernando Pedroza um legado de obras sociais, incluído o desmembramento da Cidade, que a época, no ano de 1.992 era um sonho de muitos munícipes”, recordou Bruno.

Deixando as fileiras do DEMOCRATA, partido a qual outrora era filiado e, sempre teve alinhamento político com o Senador José Agripino Maia, presidente nacional da legenda, Bruno oficializa a sua desfiliação do Partido. É..., com este gesto, tudo leva a crer que Bruno Batista deva se filiar a outra agremiação partidária ou presidir um partido político seguindo linha independente.

Vamos observar a nova cena política!!!

Blog Angicos Notícias

A MULHER FUGIU! MINISTRA DO TSE LUCIANA LÓSSIO, A DA COBERTURA, “FOGE” E “SOME” COM PROCESSO DE DILMA/TEMER

Pois não é que a mulher,  ex-advogada da campanha de  Dilma Rousseff, que ganhou o cargo de Ministra do TSE como recompensa pelos bons serviços prestados ao PT, “sumiu” com os autos do processo que  analisa irregularidades nas contas eleitorais da campanha da Presidente. Não compareceu a sessão de julgamento desta quinta, 01 de outubro nem deu notícias.

A forma bem humorada como Reinaldo Azevedo retrata a situação impõe uma leitura com muita calma para entender o comportamento da “moça”…

…  Que coisa! O TSE já tem uma maioria formada para retomar a investigação das contas de campanha da presidente Dilma Rousseff. Caso se constate crime eleitoral, a chapa que a elegeu pode ser cassada, o que levaria à realização de novas eleições diretas se isso se der antes de dois anos de mandato ou à escolha de um novo presidente pelo Congresso se nos dois anos finais.

O julgamento está parado, no entanto, porque a ministra Luciana Lóssio, ex-advogada de Dilma, guindada ao tribunal com o apoio das ex-chefe, pediu vista. Vista inútil, note-se, uma vez que a maioria está formada.

Na semana passada, ela anunciou que já tem pronto seu voto. A sessão foi retomada hoje e eis que… Luciana não apareceu para trabalhar!!! Mas a heterodoxia não parou por aí. Não apareceu nem deu um telefonema. Seu celular estava desligado. Não houve aviso prédio, nada. Ela simplesmente matou o serviço e não deu ciência aos colegas.

Sendo assim, a ação fica parada. Como Gilmar Mendes e Dias Toffoli, presidente do tribunal, têm viagens de trabalho  agendadas, parece-me que a estratégia e empurrar a coisa com a barriga enquanto der.

fonte: http://cristalvox.com.br/2015/10/01/a-mulher-fugiu-ministra-do-tse-luciana-lossio-a-da-cobertura-foge-e-some-com-processo-de-dilmatemer/

'Sumiço' do Prefeito Gilmar Olarte de Campo Grande - MS é ironizado e vira memes nas redes sociais

Diversos memes bem humorados sobre o 'sumiço' do prefeito circulam na internet
Bastaram algumas horas depois de o desembargador Luiz Claudio Bonassini da Silva, ter decretado, no final da noite de ontem (30), pedido de prisão do prefeito afastado de Campo Grande, Gilmar Olarte, para o assunto virar polêmica em redes sociais. Diversos memes que ironizam o 'sumiço' do prefeito circulam pela internet desde início desta quinta-feira (1) quando foi divulgado pela imprensa que Olarte é considerado foragido pela Justiça, já que oficiais de justiça não conseguiram encontrá-lo.

A página de Olarte no Facebook também virou palco para debates entre internautas. De um lado, há os revoltados com as recentes polêmicas envolvendo Olarte, que o chamam de "fujão” e recomendam á população, de forma bem humorada, que "ligue para o 190', caso tenham indícios de seu paradeiro. De outro lado, alguns internautas defendem o prefeito afastado e pedem bênçãos para ele.
Nesta quarta-feira (30), o desembargador Bonassini autorizou o pedido de prisão de Gilmar Olarte feito pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), após investigações realizadas pela Operação Coffee Break, que investigou um possível esquema de compra de votos, que resultou na cassação do mandato do prefeito Alcides Bernal (PP), em março de 2014.













http://www.midiamax.com.br/
______________________________________________________________________________

Olarte alega viagem e diz que irá se apresentar à polícia

Mandado de prisão foi expedido nesta quarta-feira e não foi cumprido até o momento

Com o mandado de prisão expedido pela Justiça na noite desta quarta-feira (30), o prefeito afastado de Campo Grande, Gilmar Olarte, ainda não foi localizado pelos oficiais de justiça e já é considerado foragido. A defesa informou que Olarte está em viagem e, por isso, não se apresentou à Justiça, mas, assim que retornar à Capital, irá se entregar.

No início da tarde desta quinta-feira (1º), o empresário João Krampe Amorim, apontado como chefe da organização criminoso que articulou a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), se entregou à polícia. Quanto a Olarte, até o momento, não há informações sobre sua localização.

Na página do Correio do Estado, no Facebook, a cobrança para que o mandado de prisão contra o prefeito afastado seja cumprida é grande. “Cadê o Gilmar Olarte o brindado (sic)?”, cobrou um leitor. “Cade o Pastor???”, indagou outro.

E os questionamentos continuam: “Cade o BLINDADO do Gilmar Olarte esta escondido ainda?”, comentou um leitor. “Vem, Olarte. Sua vez”, diz outra postagem. “falta só o Olarte agora”, afirmou outro internauta.

CASO

Nesta quinta-feira (1º), oficial de Justiça em companhia de policial militar procuraram o prefeito afastado Gilmar Olarte e o empresário João Amorim para prendê-los depois que a Justiça acatou pedido do Gaeco.

A defesa de Gilmar Olarte já afirmou que ingressará com pedido de habeas corpus e que a situação de prisão é “esdrúxula”.

João Amorim entregou-se no início da tarde desta quinta (1º). Na sexta-feira (25), a defesa do empresário havia adiantado que pediria habeas corpus, mesmo que a prisão não havia sido decretada.

Os dois são investigados pelo Gaeco por liderar esquema que contou com compra de vereadores para cassação de Alcides Bernal (PP), em março de 2014. Os promotores haviam também pedido ao desembargador Luiz Claudio Bonassini o afastamento de 17 legisladores que na época votaram pela cassação de Bernal, mas esse pedido foi indeferido.

http://www.correiodoestado.com.br/

quarta-feira, setembro 30

Agora é oficial. PGR acaba de confirmar que Cunha tem conta na Suiça. A casa caiu !

PGR confirma contas de Cunha e familiares na Suíça Documentos já foram enviados ao Brasil pelas autoridades suíças
Agora é oficial: por meio de nota divulgada nesta noite, a Procuradoria-Geral da República, comandada por Rodrigo Janot, confirmou que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e seus familiares possuem contas secretas na Suiça, cujos valores foram bloqueados pelas autoridades helvéticas.
"As informações do MP da Suíça relatam contas bancárias em nome de Cunha e familiares. As investigações lá iniciaram em abril deste ano e houve bloqueio de valores", diz a nota do MP. Com a denúncia, Cunha, que já foi citado por cinco delatores da Operação Lava Jato, perde as condições de se manter à frente da Câmara.

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA DA PGR:

“O Ministério Público da Suíça enviou ao Brasil, nesta quarta-feira, 30 de setembro, os autos da investigação contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, por suspeita de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. A transferência da investigação criminal foi feita por meio da autoridade central dos dois países (Ministério da Justiça) e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, aceitou a transferência feita pelo MP suíço.

As informações do MP da Suíça relatam contas bancárias em nome de Cunha e familiares. As investigações lá iniciaram em abril deste ano e houve bloqueio de valores.

Os autos serão recebidos pelo Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) e posteriormente serão remetidos à PGR.

Por ser brasileiro nato, Eduardo Cunha não pode ser extraditado para a Suíça. O instituto da transferência de processo é um procedimento de cooperação internacional, em que se assegura a continuidade da investigação ou processo ao se verificar a jurisdição mais adequada para a persecução penal.

Com a transferência do processo, o estado suíço renuncia a sua jurisdição para a causa, que passa a ser do Brasil e de competência do Supremo Tribunal Federal, em virtude da prerrogativa de foro do presidente da Câmara. Este é o primeiro processo a ser transferido para o STF a pedido da Procuradoria-Geral da República e o segundo da Operação Lava Jato. A primeira transferência de investigação foi a de Nestor Cerveró para Curitiba.”

Leia, ainda, reportagem da Agência Brasil a respeito:

Suíça envia ao Brasil investigação sobre suposta conta de Eduardo Cunha

André Richter – Repórter da Agência Brasil
O Ministério Público da Suíça encontrou contas bancárias em nome do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e de parentes dele naquele país. A informação foi confirmada hoje (30) pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Com a identificação das contas, o Ministério Público da Suíça remeteu para a PGR a investigação aberta contra Cunha, que passará a ser investigado no Brasil por suspeita dos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção e suposto recebimento de propina no âmbito da Operação Lava Jato. "As informações do MP da Suíça relatam contas bancárias em nome de Cunha e familiares. As investigações lá iniciaram-se em abril deste ano, e houve bloqueio de valores", informa a procuradoria.

A quantia bloqueada não foi divulgada. De acordo com a procuradoria, a transferência da investigação para o Brasil, por meio de acordo de cooperação, vai permitir a efetividade das apurações, sendo que Cunha, como brasileiro, não pode ser extraditado para outro país.

Mais cedo, após tomar conhecimento da transferência da investigação para o Brasil, Eduardo Cunha disse que não comentaria o caso. O advogado Antonio Fernando Souza, que representa o parlamentar, foi procurado pela reportagem, mas não atendeu as ligações.

Na denúncia apresentada ao Supremo no mês passado, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que Cunha recebeu US$ 5 milhões para viabilizar a contratação, em 2006 e 2007, de dois navios-sonda pela Petrobras com o estaleiro Samsung Heavy Industries. O negócio foi formalizado sem licitação e ocorreu por intermediação do empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, que está preso há nove meses em Curitiba. Após a análise das acusações pelo ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato no STF, caberá ao plenário do tribunal decidir se abre ação penal contra o presidente da Câmara.

http://www.brasil247.com/

terça-feira, setembro 29

LAJES EDUARDO CABRAL RECEBE CONVITE DE BETINHO ROSADO E PARTICIPA DE EVENTO DO PP EM NATAL.

O Lide Politico do Município de Lajes do Cabugi empresário Eduardo Cabral recebeu especialmente convite do ex Deputado Federal Betinho Rosado,para participar de evento em Natal alusivo a transposição do Rio são Francisco.

O Evento aconteceu dia 28 de setembro de 2015 na sede do América Futebol Club,com a participação do Ministro da integração nacional Gilberto Occhi.

Além dos assuntos discutido Durante o evento relacionado a transposição do Rio são Francisco,Eduardo Cabral participou ainda do Lançamento da Juventude Progressista e do PP Mulher,durante toda essa movimentação Eduardo Cabral Representou o Município de Lajes do Cabugi.

http://www.cabugicentral.blogspot.com.br/

COMPANHIA POTIGUAR DE POÇOS ARTESIANOS CHEGA A REGIÃO CENTRAL PARA RESOLVER PROBLEMA DOS PRODUTORES

 A COMPANHIA POTIGUAR DE POÇOS ARTESIANOS chegou a região Central do RN para ajudar você que tanto precisa de água em sua propriedade e quer fazer um poço artesiano, não espere mais!

Atualmente você já conta no mercado de perfurações de rochas cristalinas ,com a Companhia de potiguar de poços artesianos oferecendo um serviço responsável e de qualidade pela aplicação da ABNT (Agencia Brasileira de Normas Técnica) , além da consulta e auxílio da equipe geológica, para que possamos melhor afirmar a probabilidade.

 CPP ARTESIANOS construída através de ferramentas específicas e apropriadas, busca sempre a eficiência e a excelência em perfurações de poços tubulares, com uma satisfação imensa em ajudar você ao Homem do Campo.AGENDE SUA VISITA GRÁTIS 999288260 999920430.não sofra mais com a falta de água em sua propriedade.
http://www.cabugicentral.blogspot.com.br/

Governo vai cortar Programa Farmácia Popular e tirar dinheiro de UPAs e Samu

Com recursos zerados, Farmácia Popular deixará de existir

A fonte secou e, em 2016, não haverá dinheiro suficiente para manter importantes serviços gratuitos de saúde no país: o programa Farmácia Popular e os procedimentos de alta e média complexidades. O Ministério da Saúde vai acabar, já no início de 2016, com o “Aqui tem Farmácia Popular” — uma parceria com grandes redes de drogarias, que oferece descontos de até 90% em remédios. Além disso, avisou que, no último trimestre do ano que vem, não terá mais dinheiro para fazer repasses a estados e municípios.

Na prática, a União terá verbas para repassar às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e ao Serviço Móvel de Urgência (Samu) somente até setembro. O corte de R$ 3,8 bilhões afetará ainda cirurgias eletivas, internações, hemodiálises — em centros médicos conveniados ao Serviço Único de Saúde (SUS), hospitais universitários e unidades da Santa Casa.

No caso do Farmácia Popular, apenas as 460 unidades próprias do governo, que distribuem remédios de graça, serão mantidas. Neste caso, o corte será de R$578 milhões. O programa foi criado em 2006 para a compra de remédios contra colesterol, Parkinson, diabetes, glaucoma e osteoporose, além de anticoncepcional.

O corte do governo federal se materializou na proposta de Orçamento enviada ao Congresso Nacional. Mas o Executivo aposta em emendas parlamentares para tentar recompor, em parte, o rombo na Saúde. A ideia é pretende pressionar os parlamentares a aprovar a medida que destinaria ao setor recursos oriundos do DPVAT (reservados para pagar indenizações em casos de acidentes de trânsito).

Por enquanto, foram preservados os gastos com a compra de vacinas e medicamentos. Até 2015, o total destinado à Saúde era equivalente ao que foi desembolsado no ano anterior, mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB), isto é, R$ 103,7 bilhões. Agora, o governo terá de reservar 13,5% das receitas correntes líquidas, ou seja, R$ 100,2 bilhões.

Reforma política: Nosso blog continua afirmando... não houve a sanção presidencial

AINDA NÃO

Apesar de vários blogs continuarem dando como certas as novas regras eleitorais, inclusive informando da sanção da presidente Dilma à reforma política, até hoje (segunda-feira), NÃO FOI SANCIONADA a reforma política aprovada pela Câmara Federal.

Por tal motivo, os partidos e os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador, devem ficar atentos aos prazos para filiação, mudanças de partido e domicílio eleitoral.

Como até o momento não houve alteração oficial (sanção presidencial), continuam valendo os prazos de um ano, antes da eleição, para filiação e domicílio eleitoral, bem como não existe, ainda, a tal "janela".

Outra situação que deve ser avaliada com cuidado pelos partidos e políticos, é quanto a possibilidade real, da presidente vetar na minirreforma, pontos como o prazo de seis meses para filiação, bem como a própria "janela" de 30 dias.

 Nesse caso, como diria o profeta... Atentai bem!
 http://blogdoaldoaraujo.blogspot.com.br/